Hoje em nosso post falaremos um pouco mais sobre o parque Caldas de Prata, pois bem pensa num lugar incrível, um lugar aonde você pode ficar em contato com o rio da Prata, você pode ficar em contato com a natureza e também pode usufruir de um banho quentinho através de uma das piscinas com águas termais, pois bem esse é o parque Caldas de Prata que fica no município gaúcho de Nova Prata, vamos então curtir essa aventura?

O Parque Caldas de Prata.

Nós saímos de Porto Alegre depois da hora do almoço e percorremos o trajeto de 182 km até chegar no nosso destino a cidade de Nova Prata. A pequena cidade tem 258 km de área e conta com aproximadamente 25 mil habitantes.

Chegando lá passamos a noite na cidade, e no dia seguinte a primeira coisa que fizemos foi conhecer o Parque Caldas de Prata, que fica a margens do Rio da Prata, aliás o nosso maior motivo era conhecer esse parque.

O parque tem aproximadamente 57 hectares de área preservada e conta com piscinas de águas termais que alcançavam a temperatura de 41 ºC provenientes do Aquífero Guarany. Já as piscinas externas – talvez por ficarem mais próximos do rio – a temperatura variava entre 30 e 35 ºC e ainda tinha hidromassagem. Além de ter um momento tranquilizante dentro da água, você consegue revigorar a sua saúde já que a água ajuda em bastante tratamentos principalmente relacionados a problemas cardiovasculares.

Apesar das piscinas chamarem bastante atenção, o parque tem bastante locais para se explorar, como por exemplo, as matas nativas, os paredões de pedras, Spa Day, Gruta Nossa Senhora do Caravágio e também a usina, que por sinal gera sua própria energia.

Hotel Aguas termanis 1 1024x768 - O parque Caldas de PrataAguas termais 3 - O parque Caldas de PrataAguas termais 1024x682 - O parque Caldas de PrataNa Pousada Aguas Termais 1 1024x682 - O parque Caldas de PrataG3584690 1024x768 - O parque Caldas de PrataaGUAS 23 1024x768 - O parque Caldas de PrataAGUAS 333 1024x768 - O parque Caldas de Prata

Aproveitando o passeio.

O parque tem bastante atividades para ser realizadas, como, por exemplo, curtir as piscinais com as águas mornas que vem do Aquífero Guarany, você pode também entrar em contato com a natureza. Mas uma atividade bem bacana mesmo pra se fazer no local é andar pelas trilhas do parque. O parque tem duas: a primeira você começa em uma passarela, passa paredões enormes e uma cascata menor e tem como destino a Cascata da Usina; a segunda trilha conhecida como a trilha da Bromélias você cruza uma boa parte do rio passando em cima por uma ponte de cabo de aço, que te leva até o topo da cascata e usina.

Os gastos.

Mesmo o parque tendo bastante atrações os preços não são tão caros, para entrar no parque por exemplo, você paga R$5 por entrada, e R$2 para as crianças que tenham menos de oito anos. Para quem quiser usufruir da piscina poderá pagar R$25 por pessoa e R$15 para crianças com menos de oito anos. Já a trilha é gratuita.

A melhor época para ir.

O Parque Caldas de Prata é um dos lugares que dá pra você visitar o ano inteiro, a melhor época talvez seja no outono ou no inverno, aonde podemos nos aquecer nas belas piscinas. Mas o calor é bom também principalmente para fazer as trilhas.

O melhor local para se hospedar.

Um dos melhores locais para se hospedar é a pousada dos Pinheirais, que fica a menos de 15 quilômetros do parque, eles cobram unicamente R$150 a diária por casal. Porém em quesito de hospedagem, lá você encontra locais pelos melhores preços, na Condall Palace Hotel você paga apenas R$68 a diária. E tem também a hotel Prata Villagio que custa R$190 e é bastante reservado, por isso se pretende se hospedar lá é bom correr pra garantir seu quarto.

Minha opinião.

A nossa viagem foi maravilhosa, mas é aquilo que eu falei em outros posts, estar em contato com a natureza é uma das melhores coisas que a gente pode fazer. Mas o lugar nos proporcionou vários momentos, como por exemplo, nos aquecer nas piscinas – tendo em vista que é algo raro encontrar piscinas com água morna – além é claro de andar pelas trilhas, uma coisa que gostamos muito de fazer. Mas no geral a viagem foi maravilhosa e valeu a pena, e, por fim, nos trouxe uma grande experiência.

A viagem.

Pois bem o local é muito bonito, mas muito bonito mesmo. Talvez o que chame bastante atenção no local são as piscinas, sabe por que? Porque é aquilo o brasileiro gosta de tomar um bom banho na cachoeira, num rio e até mesmo em um mar, mas isso só acontece mesmo no verão, já que aproveitamos desse momento para nos refrescarmos, mas e no inverno? Fica mais complicado, e é por isso que esse parque chama ainda mais atenção, pois ele permite que o visitante possa se aquecer, da mesma maneira que ele vai à praia pra se refrescar do calor, ele pode também ir ao parque para se livrar do frio, e isso é algo muito raro de se encontrar, então é por isso que o parque chama bastante atenção. Mas também não podemos nos esquecer de outros detalhes como apreciar o rio da Prata, passar sobre ele através de um cabo de aço, e claro ficar em contato com a natureza através da mata nativa.

Comments

comments

2 Comentários

  1. Gostamos muito das piscinas e das trilhas. Nosso único desgosto foi com a parte da alimentação, fomos almoçar lá pelas 13:30 e já não tinha mais comida, apenas restos o que nos chateou um pouco.

Deixe o seu comentário